fbpx

Green Future-AutoMagazine

O novo portal que leva até si artigos de opinião, crónicas, novidades e estreias do mundo da mobilidade sustentável

Opel Corsa-e conquista a Taça FIA de Ralis de Regularidade para elétricos

Opel Corsa-e aça FIA de Ralis de Regularidade para automóveis elétricos

O Opel Corsa-e, que participou pela primeira vez em competições internacionais, sagrou-se campeão da Taça FIA de E-Ralis de Regularidade 2020 (ERRC), uma prova exclusivamente destinada aos automóveis elétricos.

Criada pela Federação Internacional do Automóvel (FIA), com o propósito de promover as energias alternativas no desporto automóvel, a Taça ERRC é um troféu estritamente reservado a carros de produção (veículos de série, sem modificações). A modalidade combina um rali de regularidade cronometrado ao décimo de segundo com uma classificação de eficiência (consumo de energia) onde são contabilizados os Watt/hora (Wh) consumidos.

Planeada, numa fase inicial, para ser disputada em oito etapas, a Taça FIA ERRC 2020 foi encurtada devido à pandemia de COVID-19, tendo arrancado apenas no verão. Apesar disso, a competição deste ano veio a revelar-se a mais competitiva da história da modalidade, com a participação de cinco campeões internacionais, bem como os campeões nacionais de França, Itália, Espanha e Portugal. Uma dezena de marcas automóveis participaram na edição deste ano.

O Opel Corsa-e tripulado por Artur Prusak assumiu a liderança na primeira ronda com uma vitória na Islândia, tendo a marca alemã conquistado o título com pódios nos outros dois eventos, que tiveram lugar em Portugal e Espanha.

Cronometrado ao longo de centenas de quilómetros, o Corsa-e estabeleceu, no decorrer do campeonato, um recorde de consumo médio de energia de 12,7 kWh por cada 100 quilómetros.

“A Taça FIA ERRC exige uma condução o mais suave possível de forma a manter as velocidades médias especificadas pelos regulamentos, e sem desperdiçar energia”, explica Artur Prusak, que celebra agora o seu terceiro campeonato, depois das vitórias de 2015 e 2016. “É este equilíbrio que torna o campeonato tão interessante, e a razão pela qual está a atrair cada vez mais concorrentes. Graças ao Opel Corsa-e, conseguimos colocar-nos numa posição vantajosa e fomos consolidando a liderança em cada rali”, concluiu o piloto franco-polaco.

“O Corsa-e provou ser o carro mais competitivo em qualquer tipo de percurso ou piso”, complementa Thierry Benchetrit, o primeiro navegador com quatro títulos no EERC. “Em montanha, nas planícies ou em cidade, estivemos sempre na liderança em termos de eficiência e regularidade”.

Durante o campeonato, Prusak e Benchetrit tiveram o apoio logístico da Opel em França, e nos três países onde se realizaram os ralis – Islândia, Portugal e Espanha.

Em 2021, a Opel e o ADAC (Allgemeiner Deutscher Automobil-Club, ou Automóvel Clube da Alemanha) lançarão a Taça ADAC Opel e-Rally, a primeira competição de ralis monomarca do mundo para automóveis elétricos.

Fonte: Opel

Show More